CIRURGIA PLÁSTICA

O termo Cirurgia Plástica Reparadora refere-se a uma parte da cirurgia plástica que tem como objetivo reparar o que está defeituoso e ajudar a reconstruir o que está ausente, levando-se em conta sempre o aspecto estético. As cirurgias plásticas reparadoras e reconstrutivas mais frequentes incluem:

  • Cirurgia de mão, nos casos de traumas, lacerações e amputações;
  • Reconstruções de regiões afetadas pelo câncer, como as reconstruções de mamas e de face, nas situações do câncer de pele;
  • Tratamento da paralisia facial;
  • Reconstruções de orelha em casos de acidentes;
  • Cirurgia crânio-maxilo-facial, que incluem as síndromes congênitas e as fissuras faciais e lábio-palatinas (conhecido como lábio leporino);
  • Reconstruções pós-traumas diversos;
  • Tratamento de pacientes vítimas de queimaduras (tratamento agudo e de sequelas da queimadura);
  • Tratamento de cicatrizes patológicas (quelóides e cicatrizes hipertróficas), entre outras.

Fonte – (www.cirurgiaplastica.org.br)


VEJA TAMBÉM